terça-feira, 13 de Outubro de 2009

O Recenseamento Nacional de Bombeiros Portugueses

O Recenseamento Nacional de Bombeiros Portugueses (RNBP) entrou em produção para todos os distritos do território continental em Março do corrente ano.
Salienta-se a grande adesão dos Corpos de Bombeiros, incluindo os CB mistos na dependência dos Municípios, e o trabalho desenvolvido pelos colaboradores dos CDOS. Os CB têm, de facto, desenvolvido um grande esforço procedendo ao registo diário do serviço operacional dos seus elementos, bem como à correcção das fichas individuais dos bombeiros.
O programa possui um sistema de regras de bloqueio que impede a inserção de movimentos incorrectos e discordantes da lei. A título de exemplo, o programa não permite o ingresso de bombeiros com idade superior a 35 anos, a inserção de um Comandante que não reúna todas as condições legalmente exigidas e promoções sem estarem verificadas todos os requisitos. Para uma maior facilidade na gestão dos efectivos, o RNBP lançou um sistema de alertas nos casos em que uma alteração das condições implica um movimento, como por exemplo elementos que atingem idades limite, incumprimento do serviço operacional e renovação de nomeações para o quadro de Comando. Os administradores do programa possuem acesso a um módulo de “auditoria” que permite saber qual o utilizador que efectuou um determinado movimento. O projecto financiado pelo QR EN teve, até esta data, um custo de cerca de 190.000,00 €. Neste momento está concluída a 1.ª fase do projecto, tendo sido iniciado o desenvolvimento de novas funcionalidades para o programa de acordo com as solicitações/sugestões dos CB. Durante o corrente mês o R N BP atingiu um milhão de movimentos. A partir do R N BP é possível saber o número de bombeiros por género e quadro, e que tipo e quantidade de serviço operacional realiza cada distrito, CB ou bombeiro individualmente. Foi ainda lançado em Junho o “Portal do Bombeiro” onde os bombeiros terão acesso à sua ficha individual e possibilidade de efectuar pedidos on-line. Foram já remetidas para avaliação prévia do sistema, a bombeiros de 120 CB, as passwords de acesso ao Portal, sendo as restantes remetidas até ao final do ano. Alguns bombeiros já utilizaram este serviço para efectuar pedidos on-line dirigidos aos seus CB.
Esta será a verdadeira forma de validar e consolidar os dados existentes no RNBP. O titular dos dados poderá verificar a sua correcção e solicitar as necessárias alterações.

Fonte: Boletim Prociv